fbpx
 em Noticias

Funil de vendas

O conceito de funil de vendas não é novo. A ideia primitiva foi criada inicialmente em 1898 por Elias Elmo Lewis. Ele criou o modelo AIDA. Essas são as iniciais para cada ação que deve ser tomada em cada parte do funil: Atenção, Interesse, Desejo e Ação.

Posteriormente, muitos aprimoramentos foram criados. Atualmente, o funil é tradicionalmente dividido em três etapas: Topo, meio e fundo.

 

Topo de funil

O topo do funil tem por objetivo atrair os potenciais clientes através do despertar de interesse. O visitante ainda não tem consciência de que possui um problema e que você pode ajudá-lo a resolver. Portanto, esse é o momento exato de ajudá-lo a descobrir os seus possíveis problemas, necessidades.

Meio de funil

Já a etapa de meio de funil conta com leads. Ou seja, pessoas que já entendem a sua solução e entendem que você pode ser uma alternativa para o problema que ela descobriu que tem. A lead está em um momento de busca e pesquisa sobre as soluções que são encontradas no mercado. É necessário respeitar o tempo da lead, mas criar um senso de urgência ajuda com que ela tome a decisão mais rápido. E de preferência, escolha a sua solução. Afinal, durante todo o processo, você se esforçou para mostrar o porquê a sua solução é a melhor.

Fundo de funil

No fundo de funil ocorre o fechamento da compra. Nesse momento, é hora de ressaltar os benefícios que a sua solução oferece, comparar com a concorrência e demonstrar fatores que levam ao destaque da sua empresa. É o momento de ser mais direto e tratar abertamente do negócio.

Portanto, os visitantes estão no topo de funil, os leads no meio e no fundo os leads quentes ou qualificados.

Esses são resumos sobre as etapas do funil de vendas que descreve a jornada do cliente. É importante saber que o funil continua após a venda. Mas esse é assunto para outro post.

 

Fonte: Nvoip

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

Open chat